Cosud SP

Home » 9ª edição do COSUD terá Grupo de Trabalho de Políticas para a Mulher inédito em SP
Share

9ª edição do COSUD terá Grupo de Trabalho de Políticas para a Mulher inédito em SP

Secretaria da Mulher paulista vai liderar discussões sobre proteção e combate à violência contra a população feminina

A Secretaria Estadual de Políticas para a Mulher de São Paulo vai liderar o primeiro Grupo de Trabalho exclusivo para a pauta feminina em SP na 9ª edição do COSUD – Consórcio de Integração Sul e Sudeste. O marco coincide com o ineditismo da pasta, criada em 2023 pelo Governo do Estado de São Paulo, e com a segunda vinda do evento a SP.

Além disso, dá continuidade ao trabalho realizado em eventos anteriores: esta será a segunda edição em que o tema contará com um GT específico – a primeira ocorreu no Rio de Janeiro, em março deste ano.

Com programações diversas durante os dias 19 e 21 de outubro, o Grupo deve debater, entre outros elementos, as diversas formas de violência contra as mulheres, abordando aspectos físicos, psicológicos, morais, patrimoniais, sexuais, políticos e virtuais.

Os representantes também poderão apresentar projetos em fase de desenvolvimento e implementação, bem como indicadores e casos de sucesso, como é o caso do recém-lançado protocolo Não se Cale do Governo de SP.

“A garantia dos direitos das mulheres é um pilar fundamental no desenvolvimento social. Nesse sentido, vamos propor uma agenda estratégica com o intuito de combater a violência, além de promover a participação igualitária da população feminina em diversos setores da sociedade brasileira”, afirma a secretária Estadual de Políticas para a Mulher de São Paulo, Sonaira Fernandes.

A população do Estado de São Paulo é de 45,5 milhões de pessoas, sendo 23 milhões do sexo feminino – público prevalente, acompanhando a acompanha tendência nacional. Em SP, a cada 100 mulheres há 95 homens, conforme indicadores da Fundação Seade.

Para promover mudanças para este público, o Estado também avança na promoção de outras iniciativas previstas nos três pilares da SP Mulher – além da segurança, a pasta constrói políticas relacionadas à saúde e ao empreendedorismo feminino.