Cosud SP

Home » Controladoria discutirá o uso de novas tecnologias para gestão e controle de fraudes e corrupção
Share

Controladoria discutirá o uso de novas tecnologias para gestão e controle de fraudes e corrupção

Soluções de TI, já em elaboração, serão apresentadas como meio para aprimorar a gestão e a integridade pública em áreas com elevado risco de fraude e corrupção

O Consórcio de Integração Sul e Sudeste (COSUD) chega a sua 9ª edição e será realizado em São Paulo entre os dias 19 e 21 de outubro. O evento reunirá gestores públicos dos Estados do Sul e Sudeste para discutir ações e iniciativas com o intuito de fortalecer a cooperação entre os Governos de ambas as regiões e assim impulsionar ações socioeconômicas e ambientais em prol do Brasil.

Na edição passada, em Belo Horizonte (MG), foram firmados compromissos entre os Estados que retornam com destaque agora, sendo um deles o foco na inclusão de novas soluções em TI no combate a fraudes e corrupção.

Na programação, a Controladoria Geral do Estado irá atuar no Grupo Temático de Transparência, Controladoria e Ouvidoria que terá como assunto principal, a discussão do uso de soluções em TI para aprimorar a gestão e a integridade pública em áreas com elevado risco de fraudes e corrupção.

Para o Controlador Geral do Estado, Wagner de Campos Rosário, “o COSUD permite a articulação e desenvolvimento de projetos de forma conjunta entre todos os estados membros do consórcio. É uma troca de experiências e parcerias que possibilitam uma melhor definição de prioridades de políticas públicas entre os Estados”.

O principal foco é reforçar a transparência, aprimorar a gestão da integridade no setor público e retomar a política de participação social por meio de novas tecnologias que permitam que o cidadão seja ator de fiscalização e controle como agente de mudança na identificação e prevenção de fraudes e corrupção na Administração Pública.

Desafios
Para essa 9ª edição, o GT irá retomar as discussões realizadas na edição passada em Belo Horizonte (MG):

Desafio 1: Como integrar a atuação das macrofunções do controle (ouvidoria, controladoria, auditoria e corregedoria) no combate ao assédio sexual no ambiente escolar?

Desafio 2: Que tipo de solução, envolvendo tecnologia, pode ser desenvolvida para aprimorar a gestão e a integridade pública em áreas com alto risco de fraudes e corrupção?