Cosud SP

Home » Gestores estaduais de saúde discutem novas políticas para o setor; Tabela SUS Paulista é um dos destaques
Share

Gestores estaduais de saúde discutem novas políticas para o setor; Tabela SUS Paulista é um dos destaques

Consórcio de Integração Sul e Sudeste promoveu debate de estratégias para sete estados e busca soluções compartilhadas para melhorar atendimento à população

Secretários e gestores de saúde do Governo de São Paulo e outros seis estados se reuniram nesta quinta-feira (19), na abertura das discussões sobre saúde na reunião do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud). O evento promove o fortalecimento e a cooperação entre sete governos estaduais para impulsionar ações socioeconômicas e ambientais em prol do Brasil.

O secretário da Saúde de São Paulo, Eleuses Paiva, detalhou a nova Tabela SUS Paulista, que irá complementar o valor pago por procedimentos a Santas Casas e hospitais filantrópicos.

“Vamos ampliar a oferta de serviços de acordo com as informações que a gente tem das nossas oficinas de regionalização. Queremos oferecer uma ampliação de oferta de cerca de 20%”, afirmou o secretário.

O Grupo de Trabalho da Saúde também reuniu os secretários estaduais Claudia Maria Braga de Mello (RJ), Fábio Baccheretti (MG), Miguel Paulo Duarte Neto (ES), Carlos Alberto Gebrim Preto (PR), o secretário-adjunto Diogo Demarchi Silva (SC) e representantes da pasta do Rio Grande do Sul.

Os gestores também conversaram sobre a atualização de status das estratégias das edições anteriores do Cosud para a saúde, como o fortalecimento regional e melhorias na prestação de serviços de saúde.

Saúde e Meio Ambiente

No âmbito da grande temática sobre saúde e meio ambiente, proposta como foco principal das reuniões para o setor em São Paulo, cada estado deverá propor medidas de mitigação do risco ambiental e formas para diminuir o balanço de emissão de carbono em diversos setores no atendimento à população.

Medidas indiretas, como a integração digital dos serviços de saúde, podem criar o ambiente favorável para diminuição de emissões de carbono e alavancar iniciativas de sustentabilidade em hospitais e unidades de saúde.

Nesta sexta (20), os gestores de Saúde também vão apresentar propostas para o Sistema de Vigilância em Saúde Humana, Animal e Ambiental, buscando organizar uma rede intersetorial de vigilância de saúde e ambiente.