Cosud SP

Home » Governadores do Sul e Sudeste exaltam união e priorizam políticas para meio ambiente e segurança pública em evento em SP
Share

Governadores do Sul e Sudeste exaltam união e priorizam políticas para meio ambiente e segurança pública em evento em SP

Líderes das administrações estaduais, secretários e gestores públicos se reúnem em 9º encontro do Cosud para cooperação integrada e soluções inovadoras

Com foco em novas políticas para o meio ambiente e a segurança pública, começou nesta quinta-feira (19), em São Paulo, o 9º Encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud). A abertura foi realizada na Sala São Paulo, um dos principais espaços culturais da América Latina e reuniu os governadores Tarcísio de Freitas (SP), Romeu Zema (MG), Ratinho Júnior (PR) e Eduardo Leite (RS), a vice-governadora de Santa Catarina, Marilisa Boehm, e lideranças dos governos do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

O governador de São Paulo destacou o lema “dialogar para desenvolver” que dará o tom do evento. Ao longo de três dias, os líderes estaduais terão a oportunidade de dividir interesses e problemas que os sete estados têm em comum e buscar soluções integradas e inovadoras.

Governador do Paraná e atual presidente do Cosud, Ratinho Júnior ressaltou que o evento tem importância histórica. “Aqui em São Paulo, estamos consolidando e formalizando o nosso consórcio. Depois de todos os estados aprovarem nos seus parlamentos a formalização do consórcio, nós passamos a ter uma rede integrada dos estados que fazem parte do Cosud e vamos ter oportunidade de criar políticas públicas em conjunto”, afirmou.

Nesta edição, os governadores vão participar diretamente dos Grupos Temáticos (GTs)  de Meio Ambiente e Segurança Pública. O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, destacou a importância das duas áreas para o desenvolvimento econômico e social do país.

“Se o Brasil quiser estar inserido no mercado internacional, nós precisamos provar que aquilo que é produzido aqui tem responsabilidade ambiental. Outra pauta muito importante é a questão da segurança e queremos também que os estados do Cosud se fortaleçam nessa questão compartilhando boas práticas para que as forças de segurança estejam trabalhando cada vez mais sincronizadas.”

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, reforçou que a formalização do Cosud abre novas possibilidades de ações cooperadas entre os estados. Ele também destacou ainda a importância do consórcio para a mobilização das pautas federativas. “Nunca como uma frente de estados contra estados, mas uma frente de estados que defende uma visão comum para o futuro do Brasil, em benefício de todo o país.”

Agenda de integração

Criado em 2019, o Cosud tem como objetivo principal a consolidação da agenda de integração e cooperação entre os governos dos sete estados que compõem o grupo, em temas que atendem demandas econômicas, sociais e ambientais.

Com uma população de 119 milhões de habitantes, os estados do consórcio concentram 70% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A programação prevê a reunião de 21 GTs, com debates e elaboração conjunta de propostas por secretários estaduais e gestores de cada administração.

A atual edição do Cosud se encerra no sábado (21), com a apresentação de um balanço das principais propostas sugeridas pelos GTs e a leitura da Carta São Paulo. O documento vai formalizar as principais discussões do evento, reafirmar o compromisso dos estados do Sul e do Sudeste com o desenvolvimento econômico e social do Brasil e encaminhar as próximas ações do consórcio.