Cosud SP

Home » Saúde debaterá sistemas de vigilância e Tabela SUS Paulista durante Cosud
Share

Saúde debaterá sistemas de vigilância e Tabela SUS Paulista durante Cosud

Consórcio de Integração Sul e Sudeste debate estratégias para o desenvolvimento das regiões e busca soluções compartilhadas para problemas comuns em diversas áreas

A Secretaria da Saúde participa na próxima quinta-feira (19) da abertura das discussões e dos grupos de trabalho na reunião do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (COSUD). A grande temática do 9° COSUD será Saúde e Ambiente, e também serão avaliadas iniciativas dos eventos anteriores. Os sistemas de vigilância e a Tabela Sus Paulista, lançada neste semestre em São Paulo, serão discutidos no encontro.

Haverá uma palestra sobre Saúde Única, ministrada por Jarbas Barbosa, Diretor Geral da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Despois, será feita a atualização dos desafios identificados nas últimas edições do Consórcio. No 7º e 8º Cosud, sete eixos principais foram identificados e o desenvolvimento de cada um ficará a cargo de uma equipe estadual.

No último encontro, foram identificados desafios no fortalecimento regional e melhoria da prestação de serviços de saúde para o cidadão e na área da Saúde Digital, com o compartilhamento de práticas, protocolos e tecnologias. A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo fará uma apresentação sobre a nova Tabela SUS paulista, que complementará o valor pago por procedimentos a diversas unidades de saúde do Estado.

No segundo dia do Consórcio, a discussão será acerca do fortalecimento do Sistema de Vigilância em Saúde Humana, Animal e Ambiental, buscando organizar uma rede intersetorial de vigilância de saúde e ambiente. Os participantes também compartilharão experiências exitosas na consolidação e fortalecimento da política de hospitais saudáveis, e sua extensão para unidades de atenção primária à saúde. Ao final do dia haverá a relatoria dos resultados das discussões.

O COSUD reúne os governos de seis estados além de São Paulo, incluindo Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A organização, criada em 2019, se reúne para fortalecer a cooperação entre os estados, impulsionando ações socioeconômicas e ambientais. A expectativa é que cerca de 700 representantes dos governos estaduais envolvidos estejam presentes, trabalhando em Grupos de Trabalho sobre os diferentes temas.